Efeitos fisiológicos e terapêuticos

3.1 efeitos fisiológicos e terapêuticos

Os efeitos fisiológicos do colagénio hidrolisado parecem depender da actividade dos peptídeos que o constituem. Para que sejam activos os peptídeos de colagénio devem ter uma biodisponibilidade excelente.
Está confirmado que, em seres humanos, após administração oral de petídeos de colagénio, estes são absorvidos nas primeiras 12 horas (5). Atingindo um pico máximo na corrente
sanguínea 1-2 horas após absorção. Foram identificados a circular maioritariamente, os petídeos de colagénio derivados dos aminoácidos Prolina e Hidroxiprolina (7).





A cartilagem articular é o elemento mais importante que faz parte integrante das articulações (8). Uma das maiores preocupações dos ortopedistas actualmente é a degeneração da cartilagem articular provocada por causas mecânicas (9).
A cartilagem articular é um tecido não vascularizado, contendo entre 66 a 80% de água e 20 a 34% de sólidos (dos quais 5-6% são componentes inorgânicos e o restante orgânico, 48-62% colagénio e 22-38% de proteoglicanos).
O colagénio forma feixes espessos de fibras subjacentes e paralelas à superfície articular formando uma ‘’pele’’ ajudando na distribuição de forças de compressão suportadas pela articulação (9).
No metabolismo normal da cartilagem, o condrócito (célula do tecido cartilaginoso) promove a reciclagem dos componentes da matriz extra-celular (o colagénio e os proteoglicanos entre outros), para que exista a remodelação de modo equilibrado e para que o tecido mantenha a sua integridade. A resistência é dada pela ligação entre o colagénio e os roteoglicanos (proteínas + glicosaminoglicanos).
Na osteoartrose, a cartilagem é o tecido que apresenta maiores alterações. A nível morfológico perde a sua homogeneidade fragmentando-se. Do ponto de vista metabólico conduz a
uma excessiva produção de enzimas que degradam os proteoglicanos e o colagénio (9).

...Hoje em dia, é já possível utilizar suplementos alimentares que contenham colagénio hidrolisado que se transforma facilmente em pequenos pétidos e aminoácidos prontos a serem absorvidos.
Com elevada biodisponibilidade, este colagénio para ingestão oral tem, como foi demonstrado por Oesser et al (5), benefícios resultantes da sua elevada absorção intestinal, mais de 90% (4,5) e, a acumulação do hidrolisado nos tecidos cartilagíneos...

...Está confirmado que, em seres humanos, após administração oral de petídeos de colagénio, estes são absorvidos nas primeiras 12 horas (5). Atingindo um pico máximo na corrente sanguínea 1-2 horas após absorção...

...A cartilagem articular é um tecido não vascularizado, contendo entre 66 a 80% de água e 20 a 34% de sólidos (dos quais 5-6% são componentes inorgânicos e o restante orgânico, 48-62% colagénio e 22-38% de proteoglicanos).
O colagénio forma feixes espessos de fibras subjacentes e paralelas à superfície articular formando uma ‘’pele’’ ajudando na distribuição de forças de compressão suportadas pela articulação (9)...

 

 
Artronat - Natiris 2012 - Design e Programação - Raphael Matos